BISPO DIOCESANO

D. NUNO BRÁS DA SILVA MARTINS

BISPO ELEITO DO FUNCHAL

Caríssimos cristãos da diocese do Funchal

Recebi há dias a notícia de que o Papa Francisco me envia para junto de vós como vosso Bispo. Acolhi esta decisão do Santo Padre com um misto de temor e confiança: temor porque tenho consciência das minhas limitações; confiança porque sei que Jesus estará sempre comigo e não me abandonará.

Neste momento, quero saudar-vos a todos. Quero saudar as muitas comunidades

da Madeira e do Porto Santo que, na nossa região ou no estrangeiro, louvam o Senhor e procuram viver o Evangelho. Quero fazê-lo com as mesmas palavras do Apóstolo: "A graça e a paz de Deus nosso Pai e de Jesus Cristo nosso Senhor, estejam convosco" (Ef 1,1).

Mas deixai que, nesta ocasião, me dirija com uma especial gratidão aos Senhores D. António Carrilho e D. Teodoro de Faria, a quem, de há muito, me ligam laços de sincera amizade. Depois, deixai que saúde todos os sacerdotes que servem a nossa diocese, bem como os membros das famílias religiosas que, na Madeira, dão testemunho de uma total consagração a Jesus. E que saúde ainda todas as autoridades civis e militares, em particular aqueles que foram eleitos pelos madeirenses como seus legítimos representantes.

A nossa diocese celebrou há pouco os 500 anos da sua existência. É uma comunidade marcada pela maturidade da fé e pela missão. É o primeiro fruto eclesial da expansão atlântica portuguesa. Agora cabe-nos a nós a missão de sermos testemunhas da vida nova que Jesus oferece sempre e a todos.

É dessa vida que o Bispo deve ser a primeira testemunha. É dessa vida nova - o Evangelho - que quero dar testemunho, enquanto Deus me der forças e saúde. Sempre e em toda a parte.

Quero confiar desde já o meu ministério como Bispo do Funchal à intercessão de Nossa Senhora do Monte e do Apóstolo São Tiago Menor, padroeiros da nossa diocese e do Beato Carlos de Áustria.

Conto convosco no desempenho desta missão: com a vossa fé, a vossa esperança e a vossa caridade. Saúda-vos o

+ Nuno, Bispo eleito do Funchal


D. António José Cavaco Carrilho

Administrador Diocesano

BISPOS EMÉRITOS

BISPO 

EMÉRITO DO FUNCHAL

D. Teodoro de Faria 

Calçada da Cabouqueira, 31 

9000-171 Funchal Tel. 

291 280 232 

Nascimento 24/agosto/1930 

Naturalidade Funchal 

Freguesia Santo António 

Concelho Funchal 

Ord. Presbiteral 22 de setembro de 1956 na Sé do Funchal Nomeação Episcopal 16 de abril 1982, pelo Papa João Paulo II 

Ord. Episcopal 16 de maio de 1982 na Igreja de Santo António dos Portugueses em Roma 

Tomada de posse 30 de maio de 1982 

Bispo Emérito 19 de maio de 2007


ARCEBISPO 

EMÉRITO DE ÉVORA
D. MAURÍLIO JORGE QUINTAL DE GOUVEIA

Ermitério Maria Serena 

Rua da Palmeira, 74

1900-100 Gaula, Santa Cruz


Ingressou no Seminário Diocesano do Funchal, vindo a receber a ordenação sacerdotal em 4 de Junho de 1955. Desenvolveu o seu ministério presbiterial na diocese madeirense, desempenhando entre outros cargos, o magistério de professor. Em 26 de Novembro de 1973 foi eleito bispo titular de Fabiona, nomeado pelo Papa Paulo VI, para Bispo Auxiliar do Patriarcado de Lisboa. Foi ordenado bispo na Sé Catedral do Funchal, em 13 de Janeiro de 1974.

Em 22 de Março de 1978 foi nomeado arcebispo titular de Mitilene e vigário-geral do Patriarcado, cargo que desempenhou até 8 de Setembro de 1981, quando foi nomeado por João Paulo II, para a suceder a D. Frei David de Sousa como Arcebispo de Évora. Tomou posse da Arquidiocese, entrando solenemente na Catedral, em 8 de Dezembro de 1981. Desde então tem vindo a desempenhar um importante papel pastoral na arquidiocese alentejana. Em 2007, ao atingir o 75 anos de idade, segundo a lei canónica, solicitou ao Papa a sua resignação por limite de idade.Em 8 de Janeiro de 2007 foi anunciado o nome do seu sucessor, ficando no cargo de Administrador Apostólico até à tomada de posse do novo Arcebispo. Cf. https://pt.wikipedia.org/wiki/Maur%C3%ADlio_Jorge_Quintal_de_Gouveia