22 maio - 3 junho: Convívios Fraternos

07-05-2018


Os Convívios Fraternos são um movimento que se insere na Igreja Católica, com a aprovação da Conferência Episcopal Portuguesa.

Nasceram em Portugal em 1968, tendo o 1º Convívio Fraterno acontecido em Castelo Branco pela mão do então Capelão Militar, Padre Valente Matos e destinado a jovens militares.

Convívios-Fraternos é um movimento de espiritualidade e de ação de jovens e casais católicos que, de acordo com a orientação e diretrizes da Igreja, propõe a vivência, testemunho e anúncio da Boa Nova de Jesus Cristo, como oportunidade de realização individual, familiar e social de todos os que a ele adiram, através da participação num "Convívio-Fraterno", e de meios de perseverança postos ao seu alcance.

Um "Convívio-Fraterno" é um encontro de jovens em regime de coeducação, com a duração de três dias, orientado por uma equipa coordenadora e um diretor espiritual.

Através de um "Convívio-Fraterno" pretende-se:

- Levar os participantes a fazer uma opção consciente e responsável por Cristo;

- Responsabilizá-los pela sua origem divina e seu compromisso batismal;

- Proporcionar-lhes um encontro consigo, com Deus e com os outros;

- Fazê-los descobrir o autêntico sentido da justiça e do amor;

- Suscitar nos participantes a sua vocação cristã, a força do ideal e o dinamismo da esperança;

- Empenhá-los na construção de um mundo melhor em que Cristo ocupe o centro da história de cada homem e do mundo.


Estando a celebrar os 50 anos de existência, o Movimento dos Convívios Fraternos já passou as fronteiras de Portugal e chegou a Angola, Moçambique, Paris, Luxemburgo e Suíça.

Já se realizaram mais de 1350 Convívios e aproximadamente cinquenta mil jovens já fizeram esta experiência de Jesus Cristo.

Na Diocese do Funchal, o 1º Convívio-Fraterno realizou-se no ano de 1988, sendo que até à data e passados 30 anos, aconteceram 20 Convívios com a participação de cerca 500 jovens madeirenses.

Para celebrar o cinquentenário da fundação do Movimento Convívios-Fraternos, está a acontecer a iniciativa "CRUZ PEREGRINA" que pretende percorrer todas as Dioceses do País, saindo ainda até Moçambique e Paris.

Esta visita é oportunidade para nos reencontramos com Aquele que nos congrega; um convite a reavivar a chama de Cristo em nós; e um apelo a fazer ecoar o grito conviva "... vai pelo Mundo mostrar a tua herança, sê Conviva da Paz e do Amor"

Atendendo ao tema da nossa Diocese para este ano de 2018 "Igreja jovem com os jovens", desejamos que este seja um tempo de vivência profunda da Fé para todos os Convivas e para todos os jovens que a eles se queiram associar.