Uma noite de muitas luzes... Celebração do Acolhimento

Uma noite de muitas luzes...                                    Celebração do Acolhimento

Uma noite de muitas luzes e milhares de pessoas encheram, este sábado, a cidade do Funchal – entre o Largo do Colégio e a Sé, durante a celebração de acolhimento e a procissão de velas com a Imagem Peregrina de Nossa Senhora de Fátima.  O momento era de muita fé e a multidão esperou em silêncio, nas ruas e arredores, pela Mãe que chegou passava pouco das 19h30, depois do percurso feito pela via-rápida, desde o Aeroporto. “Não há palavras que possam dizer, exprimir o que sinto, o que vejo e o que estou a verificar. É um momento especial e acho que ninguém fica indiferente a este momento, mesmo que não seja crente”, confessou Maria Antónia Machado que desde cedo aguardou pela Senhora junto à escadaria da igreja do Colégio. “Estou aqui, com a minha família e algumas pessoas amigas, com muita alegria. Estar aqui, com esta multidão, é algo muito especial. Já da outra vez, em 2009, acompanhei Nossa Senhora e vejo que o nosso povo é crente, não tem vergonha de exprimir a sua fé em Deus por intermédio de Nossa Senhora”, revelou por seu lado Teresa Freitas. “Há situações que nos tocam profundamente e esta visita de Nossa Senhora é muito importante, para toda a gente, não apenas para os que se dizem mais religiosos. Talvez vão acontecer milagres que não estamos à espera, Nossa Senhora bem sabe. Parabéns a todos os que tornaram esta visita possível”, revelou João Eduardo Correia.

O adro da igreja do Colégio, devidamente ornamentado,  acolheu o andor de Nossa Senhora e as várias entidades oficiais, que acompanharam o cortejo desde o Aeroporto. Encontravam-se no recinto também sacerdotes, diáconos, membros de Confrarias religiosas e dois coros: um dirigido pelo padre Ignácio e outro (do Gabinete de Educação Artística) orientado pela maestrina Zélia Gomes, que entoaram os respetivos cânticos de saudação e  oração do terço.

Nesta celebração de acolhimento, a principal mensagem, “na alegria da fé”, dirigida aos fiéis que enchiam por completo todo o recinto do Largo do Município e arredores,  foi proferida pelo bispo do Funchal que exortou ainda os presentes a rezarem pelo Papa Francisco na sua atual visita ao México, e por toda a Igreja.

Por sua vez, e após uma leitura do Evangelho, o vice-reitor do Santuário de Fátima, padre Vítor Coutinho, expressou a sua satisfação pelo acolhimento a Nossa Senhora na Madeira e disse que o centro da mensagem de Fátima está no lema escolhido para as comemorações do centenário: “O meu Imaculado Coração vos conduzirá até Deus”. Por isso, acentuou, “ao nos aproximarmos de Nossa Senhora, nos aproximamos de Deus” que “tem um coração grande e uma imensa capacidade de acolher. Precisamos também deste coração, na capacidade de acolher, de compromisso e de entrega”, sublinhou o sacerdote.

O início desta celebração no adro da Colégio ficou também marcado pela encenação sobre as aparições de Nossa Senhora em Fátima, em 1917, com os três pastorinhos, a cargo de crianças da paróquia de São Martinho.

No final, realizou-se a tradicional procissão de velas até à Sé, que percorreu as principais ruas do Funchal, passando pela Rotunda do Infante, Avenida do Mar, parte da Avenida Zarco e Avenida Arriaga, com milhares de féis e três Bandas: a Banda Municipal, a Banda Distrital e a Filarmónica de Santo António.

A Imagem Peregrina fica na Sé até ao dia 16 e, neste domingo, durante todo o dia, com o seguinte programa:

8h-8h30 – Missa na Sé.

9h-9h30 – Missa na Sé.

11h15-12h – Missa na Sé.

14h – 15h – Oração mariana orientada pelo Movimento Carismático.

15h-16h30 – Adoração ao Santíssimo Sacramento, orientada pela Plataforma juntos pela Europa.

16h30 – Oração do terço.

17h – Missa na Sé.

18h15 – Missa na Sé.

19h30 – 21h – Momento de oração a cargo das Equipas de Casais de Nossa Senhora e das Equipas de Jovens de Nossa Senhora.

Contactos

Diocese do Funchal
Largo Visconde Ribeiro Real, 49
FUNCHAL
9001-801

 

© 2015 Todos os direitos reservados.

Diocese do Funchal - Gabinete de Informação