Nota sobre a Renúncia da Quaresma - Ajuda aos cristãos perseguidos do Médio Oriente

Nota sobre a Renúncia da Quaresma - Ajuda aos cristãos perseguidos do Médio Oriente

Diocese do Funchal

Renúncia da Quaresma 2016

 

Por ocasião da apresentação do relatório ‘Perseguidos e Esquecidos?’, sobre a perseguição aos cristãos no mundo, o Papa Francisco, através da Secretaria de Estado enviou uma mensagem à Fundação Ajuda à Igreja que Sofre (AIS), com os votos de que “os homens e as mulheres de fé e de boa vontade possam mostrar o apoio aos seus irmãos e irmãs que sofrem em todo o mundo, oferecendo assistência espiritual e material”.

Num apelo dirigido à AIS, o patriarca dos Católicos Caldeus e presidente da Conferência Episcopal do Iraque, D. Louis Sako, e o patriarca da Igreja Greco-Católica de Antioquia e de todo o Oriente, D. Gregorios III Laham, descrevem a “situação angustiante em que se encontram milhares de cristãos expulsos de suas casas, empurrados para campos de refugiados, sem qualquer expectativa de poderem regressar às suas casas, e já sem esperança de que a guerra tenha um fim”. “Aquilo que vos pedimos agora é a misericórdia. Rezem e jejuem para que o Senhor tenha misericórdia de nós”, realça D. Louis Sako.

Assim, a Fundação Ajuda a Igreja que Sofre (AIS) promoveu nesta Quarta-feira de Cinzas, uma jornada de “jejum e oração pelos cristãos perseguidos no Médio Oriente”. Esta organização católica destaca a importância de começar a Quaresma a rezar por todos aqueles que vivem em “países mergulhados no caos, na guerra e no sofrimento”, em particular “no Iraque e na Síria”.

O Papa Francisco, na bula da Misericórdia, perante o sofrimento humano afirma: “Abramos os nossos olhos para ver as misérias do mundo, as feridas de tantos irmãos e irmãs, privados da própria dignidade, e sintamo-nos desafiados a escutar o seu grito de ajuda. As nossas mãos apertem as suas mãos e estreitemo-los a nós para que sintam o calor da nossa presença, da amizade e da fraternidade”.

A Diocese do Funchal não pode ficar indiferente a este apelo e, à semelhança de outras Dioceses, encaminha a Renúncia da Quaresma deste ano 2016, através da Fundação AIS, para ajudar os cristãos perseguidos no Médio Oriente, em especial no Iraque e na Síria.

As ofertas desta Renúncia Quaresmal serão recolhidas em todas as igrejas e capelas nos ofertórios das missas dos dias 19 e 20 de março, sábado e Domingo de Ramos. Como sempre, a participação é muito livre, segundo as possibilidades e a consciência pessoal dos fiéis, na certeza de que Deus não deixará sem recompensa qualquer gesto de atenção e partilha fraterna.

 

Funchal, 10 de fevereiro de 2016

Secretaria Episcopal do Funchal

Contactos

Diocese do Funchal
Largo Visconde Ribeiro Real, 49
FUNCHAL
9001-801

 

© 2015 Todos os direitos reservados.

Diocese do Funchal - Gabinete de Informação