Encontro Peregrinação do CPM-Portugal ao Santuário de Fátima

Encontro Peregrinação do CPM-Portugal ao Santuário de Fátima

Nos dias 18 e 19 de Fevereiro de 2017 teve lugar, no Centro Pastoral Paulo VI em Fátima o 47º Encontro Peregrinação do CPM-Portugal. O encontro que decorreu sob o lema “A mensagem de Fátima na espiritualidade da Família” reuniu cerca de 450 participantes de 16 dioceses do continente e ilhas.

A mensagem de Fátima foi apresentada pelo Pe. Carlos Cabecinhas (Reitor do Santuário de Fátima) sob dois prismas relacionados com a família: o papel da vivência familiar dos videntes na sua recetividade às aparições e os aspetos da mensagem de Fátima na missão das famílias. Desta reflexão ressaltou o papel central da oração na vida familiar como meio de transmissão da fé, e como suporte à união da família ao longo do tempo. Isso mesmo foi abordado no Painel sobre a Oração na vida da Família. O tema foi abordado primeiro na perspetiva da oração como fundamento da união familiar e da vivência da fé em família (Pe. Paulo Jorge, Assistente Nacional do CPM). De seguida, o testemunho do Casal António e Teresa enriqueceu o painel com as suas experiências de vida em família incluindo os problemas encontrados e respetiva superação. Finalmente a Ir. Maria Amélia Costa refletiu sobre o testemunho da fé aos Jovens, e o papel da oração viva na eficácia desse testemunho.

Tudo isto serviu de mote para o trabalho de grupos cujo fruto foi depois partilhado em plenário. Do trabalho de sábado foi elaborado um documento síntese que pode ser consultado em http://cpm-portugal.pt/WP/wp-content/uploads/Sumário-Sábado.pdf. O dia de sábado terminou com a participação no terço e procissão de velas.

O Domingo iniciou-se com a celebração eucarística na Basílica da Santíssima Trindade presidida por D. José Cordeiro, o qual foi o orador da manhã versando o tema “O papel da família na ação da Igreja e o papel da Igreja na vida das famílias à luz da exortação apostólica Alegria do Amor”. A reflexão, partindo do seu testemunho pessoal enfatizou a importância das famílias na preparação da ação do Espírito. Ressalvando que a Igreja (Família de famílias) só realiza a sua missão quando cada um (famílias incluídas) faz tudo e só o que lhe compete. O tom informal da apresentação em muito contribuiu para a elevada adesão na apresentação de questões, apenas limitada pelo tempo disponível.

Foi mais uma oportunidade bem conseguida para unir a Família CPM em torno da missão específica que compete ao nosso movimento (a preparação de noivos para o sacramento do matrimónio), como parte da missão universal da Igreja que a todos compete.

 

 

Contactos

Diocese do Funchal
Largo Visconde Ribeiro Real, 49
FUNCHAL
9001-801

© 2015 Todos os direitos reservados.

Diocese do Funchal - Gabinete de Informação