Domingo de Ramos e o Dia Mundial da Juventude

Domingo de Ramos e o Dia Mundial da Juventude

Neste Domingo de Ramos (20 de março) e XXXI Dia Mundial da Juventude (DMJ), D. António Carrilho convidou os jovens da nossa diocese a serem "missionários da nova evangelização", utilizando para tal as "redes sociais" e demais instrumentos tecnológicos para falar de Jesus. "Que o vosso coração esteja sempre online com Jesus, sem esquecer os que não têm fé ou perderam a alegria de viver", disse na missa de Domingo de Ramos, na Sé, perante centenas de fiéis.

O bispo do Funchal presidiu às cerimónias do início da Semana Santa, constituídas pela "bênção dos ramos" na igreja do Colégio e a tradicional procissão até à Catedral, onde celebrou a Eucaristia com vários sacerdotes. Nesta oportunidade, falou do "simbolismo" da "caminhada cristã" que nos "conduz à "Páscoa eterna" com a "ressurreição de Jesus"; e da "cruz de Cristo" como "sinal do amor de Deus, do perdão, da paz e da reconciliação".

Referiu-se ainda à mensagem do Papa Francisco para o DMJ deste ano, intitulada "Felizes os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia"; e à particularidade de termos entre nós (até aos dia 28) a "Cruz das Jornadas Mundiais da Juventude" para preparar o encontro com o Papa em Cracóvia (Polónia), no próximo mês de julho. "Que a passagem desta cruz na nossa diocese seja um sinal interpelativo para todos. Ela traz consigo a força da comunhão e o testemunho de milhões de jovens que já participaram nas jornadas mundiais", sublinhou D. António Carrilho.

A animação litúrgica desta eucaristia de Domingo de Ramos esteve a cargo da pastoral juvenil da diocese. E o ofertório destinou-se a ajudar os "cristãos perseguidos na Síria e no Iraque".

Contactos

Diocese do Funchal
Largo Visconde Ribeiro Real, 49
FUNCHAL
9001-801

© 2015 Todos os direitos reservados.

Diocese do Funchal - Gabinete de Informação