Celebração Ecuménica

Celebração Ecuménica

Integrada na Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos, a decorrer entre 18 e 25 de janeiro, realizou-se na passada sexta-feira, na igreja de Santa Clara, uma celebração ecuménica com a presença de representantes das Igrejas: Católica - Cónego Fiel de Sousa e Pe. João Carlos Gomes; Luterana Alemã - Pastora Ilse Berardo; Anglicana – Pastor John Blair; e Igreja Presbiteriana – Pastor Jorge Gameiro. A liturgia foi também participada por fiéis, animada por um grupo coral e dinamizada pela Comunidade Verbum Dei e o Movimento Juntos pela Europa.
O Oitavário deste ano tem por tema uma afirmação de São Paulo aos Corintos (2.ª Carta) - "É o amor de Cristo que nos impele!" e acontece numa altura em que se assinalam os "500 anos da Reforma" com Martinho Lutero. Neste contexto, o Vigário-Geral da Diocese, Cónego Fiel, que presidiu a esta celebração em nome de D. António Carrilho - que se encontra em Fátima a participar num encontro da Comissão Episcopal do Laicado e Família com os Diretores dos Secretariados Diocesanos da Família, em Fátima, lembrou recentes palavras do Papa Francisco sobre a "intenção de Lutero" em "renovar a Igreja" e não "dividir"; ao mesmo tempo que obrigou a "Igreja a mexer-se", com a realização do Concílio de Trento, entre outras medidas essenciais. "Depois destes 500 anos", sublinhou o Cónego Fiel, importa ter "uma atitude de humildade" e de "conversão do coração", no sentido de um coração novo", capaz de "transplantar o amor de Cristo" para os dias de hoje, e ultrapassar em "comum" os "pecados" e os "muros" que nos "separam dos excluídos, perseguidos e mártires" do nosso tempo.
Por seu lado, a Pastora Ilse, considerou que "toda a Igreja cristã", neste ano de 2017, "é chamada a ser uma Igreja sempre reformanda" e "reforçada na educação pacificadora", de modo a se "libertar dos preconceitos do passado" e derrubar "muros e ideologias". Para tal, a responsável pela Igreja Luterana Alemã no Funchal apelou a "sementes de mudança de comportamentos, a mais empatia, mais alegria de viver e mais bondade".
Para o Pastor Gameiro, o "desafio do século XXI" está no "enriquecimento" proporcionado pelas "diferenças", em que os cristãos terão de viver em "interdependências", porque "somos irmãos" e só "em conjunto", em "colaboração" mútua, se poderá responder aos problemas e ao "sofrimento" causados a tantos cristãos "perseguidos", na atualidade, em particular no Médio Oriente; sem esquecer os "excluídos" e os "sem abrigo" que estão mais próximos de nós.
Também o "diálogo" entre todos e a "mudança" de atitudes foram destacados pelo Pastor John na sua reflexão. "Precisamos de rezar pela unidade da Igreja, construir juntos a paz" e sermos exemplo do "rosto de Cristo para os outros".

Contactos

Diocese do Funchal
Largo Visconde Ribeiro Real, 49
FUNCHAL
9001-801

 

© 2015 Todos os direitos reservados.

Diocese do Funchal - Gabinete de Informação