Celebração da Eucaristia no Dia da Região

Celebração da Eucaristia no Dia da Região

D. António Carrilho disse hoje (1 de julho) que "a solidariedade" é mais do que "assistencialismo" e que "a caridade é o maior mandamento social", porque devem promover a "cidadania" e a "dignidade" do "homem integral". O bispo do Funchal falava na homilia da tradicional missa com "Te Deum" do Dia da Região e das Comunidades Madeirenses, na Catedral, uma cerimónia que contou este ano com a presença do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, e das principais entidades oficiais da Região, vários sacerdotes e fiéis em geral. "É um Dia que recorda o nosso passado e celebra o que hoje somos, com gratidão e respeito por todos aqueles que o construíram, com arrojo e heroísmo. Um Dia que coloca diante de nós o presente, com as suas esperanças e as suas dúvidas, um presente que nos interpela a uma vontade forte de construir um futuro cada vez mais digno", acentuou.


 Na sua mensagem, D. António recordou também os emigrantes que, longe da sua terra natal, não esquecem as "tradições religiosas" e não cessam de dar "testemunho da sua fé", e teve uma palavra particular para a Igreja e os madeirenses na Venezuela que passam por dificuldades.


 No contexto da atualidade nacional e internacional, considerou que "importa congregar esforços e vontades, cooperação e diálogo entre instituições públicas e privadas, ao serviço do desenvolvimento e da economia sustentável", face à "sociedade secularizada", à "ausência de Deus", à "indiferença" que é urgente "vencer", e ao mesmo tempo "abrir os corações" e "agir" sem limites a favor da "solidariedade humana", sublinhou citando o Papa Francisco.


 A cerimónia religiosa na tarde desta sexta-feira, presidida pelo bispo do Funchal na Sé, em que se assinalaram ainda os "40 anos da Autonomia", foi animada liturgicamente pelo Coro de Câmara da Madeira, dirigido pela maestrina Zélia Gomes.

Contactos

Diocese do Funchal
Largo Visconde Ribeiro Real, 49
FUNCHAL
9001-801

 

© 2015 Todos os direitos reservados.

Diocese do Funchal - Gabinete de Informação