Bispo do Funchal celebra Quarta-feira de Cinzas na Sé

Bispo do Funchal celebra Quarta-feira de Cinzas na Sé

D. António Carrilho disse hoje que "perante os problemas humanos e sociais, que hoje preocupam a Igreja e a sociedade, todos somos chamados a estarmos atentos uns aos outros, a não nos mostrarmos alheios e indiferentes ao destino dos irmãos, a prestarmos atenção ao bem do outro e a todo o seu bem. Se cultivarmos este olhar de fraternidade,
brotarão naturalmente do nosso coração a solidariedade e a justiça, bem como a misericórdia e a compaixão". Foi durante a Missa desta Quarta-feira de Cinzas, na Sé, em que o Bispo do Funchal  explicou  o significado e a vivência da Quaresma, um tempo caracterizado pela "penitência", "conversão",  "reconciliação da própria pessoa, das famílias e da sociedade."
Na sua homilia, citou a mensagem do Papa Francisco  com o tema "A Palavra é um dom. O outro é um dom", em que "o Santo Padre alerta-nos para uma atenção maior e sempre vigilante ao grito dos mais pobres e dos marginalizados, que encontramos nos caminhos da nossa vida, como Lázaro, à espera de ajuda, de acolhimento, compreensão e amor".
D. António Carrilho anunciou ainda que a "renúncia quaresmal" deste ano será para o "Fundo Social Diocesano", para ajudar "famílias carenciadas, de emigrantes"; e também para "ajudar a população do Sudão do Sul", correspondendo a um apelo do Papa.

Contactos

Diocese do Funchal
Largo Visconde Ribeiro Real, 49
FUNCHAL
9001-801

© 2015 Todos os direitos reservados.

Diocese do Funchal - Gabinete de Informação