Bênção das Capas da Escola da APEL

Bênção das Capas da Escola da APEL

“É um momento significativo e de muita alegria para a vida de cada um e de todos quantos vos ajudaram  a crescer e vos têm acompanhado até aqui”, a “família, professores e outras pessoas”, disse D. António Carrilho aos cerca de 200 jovens finalistas da Escola da APEL - Escola Particular de Ensino Secundário, na cerimónia da “bênção das capas” realizada esta quarta-feira na igreja paroquial do Monte. Nas considerações que fez durante a homilia, a propósito deste dia que assinalou também a festa litúrgica da Imaculada Conceição, “Padroeira de Portugal e da Escola da APEL", o bispo do Funchal desafiou os jovens a terem "um ideal", a "prepararem o futuro" a partir das "situações atuais", mesmo com "dificuldades", mas com “generosidade e compromisso, olhando em frente com um projeto”, e a preocupação de darem "testemunho da fé em Jesus Cristo”, através do “enriquecimento pessoal” e dos “valores humanos”, para que possam  “concretizar a aspiração, o desejo de felicidade que todos temos” e “ajudar os outros a serem também felizes”.
A “bênção das capas” não pode significar apenas um “ato social, porque representa a “própria bênção de Deus para cada um” e "a todos envolve”, não só “hoje”, mas “queremos que vos acompanhe ao longo de toda a vida”, lembrou D. António Carrilho na cerimónia da eucaristia a que presidiu e em que participaram vários sacerdotes. No final, exortou os jovens estudantes a serem como  “Maria, mulher de fé, cheia de Deus, mulher generosa que assumiu o compromisso de dar Jesus ao mundo”. Neste sentido, “Deus também nos convida a ser santos, generosos e testemunhas de Cristo no mundo”, sublinhou.

Contactos

Diocese do Funchal
Largo Visconde Ribeiro Real, 49
FUNCHAL
9001-801

© 2015 Todos os direitos reservados.

Diocese do Funchal - Gabinete de Informação