Palavras do novo Bispo de Setúbal, D. José Ornelas sobre a visita da Imagem Peregrina

26-02-2016 13:42

A visita da Imagem Peregrina de Fátima pelas dioceses do nosso País está a contribuir para a chamada “nova evangelização”, considera D. José de Ornelas Carvalho. Para o bispo de Setúbal, estas deslocações “são sinais que podem ser interessantes enquanto chamam a atenção das pessoas. Fiz essa experiência na minha diocese, porque a visita da Imagem Peregrina aconteceu no mesmo dia da entrada em Setúbal e da minha ordenação. E foi um percurso muito interessante, pois, o primeiro contacto que tive com a diocese foi acompanhando a Imagem Peregrina. Para mim, foi um sinal muito interessante e também para toda a gente porque reuniu pessoas de toda a parte, numa caminhada de fé pelas ruas, até pessoas que normalmente não fazem parte das comunidades habituais, das assembleias das paróquias, mas sentiram-se sensibilizadas por este acontecimento. Agora, queremos que tudo isto não seja apenas a festa de um dia, mas que permaneça e seja uma chamada de atenção para uma realidade que precisa de maior atenção na vida de cada pessoa, na vida das nossas comunidades, no sentido da nova evangelização. Esse é o desafio que fica, a mensagem que se pretende dar, com a colaboração de todos”, sublinhou.

D. José de Ornelas Carvalho, madeirense, ordenado bispo de Setúbal em finais de outubro de 2015, esteve esta semana na Madeira, a acompanhar um grupo de “sacerdotes jovens” da sua diocese, juntamente com o reitor do Seminário local. Nesta oportunidade, foi recebido também pelo bispo do Funchal, D. António Carrilho, tendo-se perspetivado neste encontro uma “maior cooperação” no futuro,  ao nível da “formação e da espiritualidade” entre as duas dioceses.

 

Voltar

Contactos

Diocese do Funchal
Largo Visconde Ribeiro Real, 49
FUNCHAL
9001-801

 

© 2015 Todos os direitos reservados.

Diocese do Funchal - Gabinete de Informação