Entrada no Arciprestado de Câmara de Lobos

17-02-2016 19:58

A Imagem Peregrina de Nossa Senhora de Fátima está no arciprestado de Câmara de Lobos, onde chegou terça-feira à noite, à igreja de São Sebastião, tendo sido recebida com grandes louvores por uma multidão de fiéis, em particular na procissão de velas. Hoje, dia 17 de fevereiro, parte para o Mosteiro das Irmãs Clarissas, na Caldeira, seguindo depois para a paróquia do Estreito de Câmara de Lobos.

A sua presença na igreja matriz de Câmara de Lobos, nesta quarta-feira, foi assinalada por vários momentos de oração e uma eucaristia com os doentes e idosos, celebrada pelos padres Bonifácio Santos, Manuel Neves e Eleutério Ornelas.

O templo estava repleto de devotos e o andor de Nossa Senhora, ornamentado profusamente por belas orquídeas, era muito venerado. “É muito importante termos Nossa Senhora ao nosso pé, ficamos mais perto do céu”, confidenciou Eulália Brito. “Estamos muito contentes, é uma grande graça termos esta Imagem na nossa igreja, vem-nos dar força para a nossa vida cheia de problemas”, disse por seu lado Manuel Diogo.

Esta celebração para os doentes e pessoas idosas de Câmara de Lobos iniciou-se com cânticos marianos e a leitura de alguns textos sobre o sofrimento, nomeadamente, um excerto das Memórias da Irmã Lúcia em que ela relata a doença e os padecimentos dos seus primos Jacinta e Francisco, “tudo pela conversão dos pecadores”.

Na homilia, o padre Bonifácio Santos (pároco do Carmo e Garachico), também salientou o facto dos videntes de Fátima terem percebido bem e melhor do que os teólogos o “mistério do sofrimento”; e citou ainda outros testemunhos de cristãos famosos, como o teólogo alemão Dietrich Bonhoeffer (1906-1945), assassinado pelo regime nazi, segundo o qual “Deus não nos salva do sofrimento, mas salva-nos através do sofrimento”. Por outro lado, lembrou palavras do Papa Francisco numa carta dirigida ao cardeal D. Rino Fisichella, presidente do Conselho Pontifício para a Promoção da Nova Evangelização, em que o Santo Padre fala do Ano da Misericórdia e da indulgência jubilar que pode ser vivida também pelos “doentes e os idosos”, bastando para tal que “ofereçam as suas dores à paixão de Cristo, acompanhem a eucaristia através dos meios de comunicação social e comunguem”.

Em Câmara de Lobos, há muitas comunidades paroquiais dedicadas a Nossa Senhora, com uma profunda devoção que, para o padre Bonifácio, se torna um compromisso de evangelização permanente. “Na sua mensagem da Quaresma para este ano, o Papa Francisco apresenta-nos Maria como ícone de uma igreja evangelizada para ser evangelizadora, aquela que soube escutar a palavra, guardar essa mesma palavra no seu coração, para depois a dar ao mundo, na pessoa de Jesus Cristo, verbo encarnado pela ação do Espírito Santo. Daí que esta presença da Imagem Peregrina entre nós seja também um apelo à conversão, nos sacramentos que estamos a celebrar, desde a eucaristia, até à unção dos doentes”.

Voltar

Contactos

Diocese do Funchal
Largo Visconde Ribeiro Real, 49
FUNCHAL
9001-801

© 2015 Todos os direitos reservados.

Diocese do Funchal - Gabinete de Informação