2017

18-01-2017

Comunicado 18 jan 2017

18-01-2017 19:18

O novo Conselho Presbiteral, nomeado pelo Bispo do Funchal para o triénio 2017-2019, tomou posse, hoje, reunido em sessão extraordinária, presidida pelo Bispo Diocesano, D. António Carrilho.

Depois da oração inicial, procedeu-se à tomada de posse dos membros do Conselho, seguindo-se uma breve reflexão, por parte do Bispo do Funchal, sobre a natureza e a missão do Conselho Presbiteral, como órgão consultivo, a quem compete auxiliar o Bispo no governo da diocese, nos termos do Direito. O Conselho é representativo de todos os sacerdotes e fator de comunhão entre eles, de modo a garantir-se o maior bem pastoral de toda a diocese e melhor responder aos anseios e necessidades do Povo de Deus e da sociedade em geral.

Para o Secretariado Permanente do novo Conselho Presbiteral foram eleitos os padres Marcos Gonçalves, Secretário, e como Vogais o Cónego Vítor Gomes e Giselo Andrade.

Aos membros do Conselho foram, então, apresentadas as linhas gerais do programa das comemorações dos 500 anos da Dedicação da Sé do Funchal, feitas algumas observações e dadas oportunas sugestões pelos membros do Conselho. O programa definitivo será, em breve, entregue aos sacerdotes e dado a conhecer ao público em geral, nomeadamente o programa de visitas guiadas à Sé do Funchal sobre a história, a arte, a missão e o sentido espiritual da igreja mãe da Diocese, tendo em atenção o programa pastoral da Diocese.

No âmbito das observações e sugestões, foi também apreciada a possibilidade de se realizarem, no quadro das comemorações jubilares, umas jornadas sobre a Doutrina Social da Igreja e a sua ação pastoral sócio-caritativa. A celebração de encerramento do jubileu está prevista para o dia 18 de outubro de 2017, a própria data da Dedicação da Catedral.

O Conselho refletiu, ainda, sobre o Ano Pastoral em curso, dedicado ao tema: "Viver, em Igreja, a alegria de ser cristão". Foram recordadas as linhas pastorais operativas, para concretização nas diversas instâncias pastorais, nomeadamente nas paróquias, nos arciprestados, nos movimentos e grupos, e no contexto geral da Diocese.

Os membros do Conselho refletiram, por fim, sobre o destino a dar à Renúncia da Quaresma 2017, tendo-se deliberado orienta-la para o Fundo Social Diocesano, com o principal intuito de ajudar as famílias mais carenciadas, designadamente algumas famílias de emigrantes, que neste momento se apresentam com dificuldades.

As próximas reuniões do Conselho ficaram marcadas para os dias 15 de março, 12 de julho e 8 de novembro de 2017.

Funchal, 18 de janeiro de 2017

Secretariado Permanente

Padre Marcos Gonçalves

Cónego Vítor Gomes

Padre Giselo Andrade



Comunicado do Conselho Presbiteral - 15 março 2017

15-03-2017 13:28

DIOCESE DO FUNCHAL

Comunicado do Conselho Presbiteral

15 de março de 2017

O Conselho Presbiteral da Diocese do Funchal esteve reunido em sessão ordinária, presidida pelo Bispo Diocesano, D. António Carrilho. Após a oração inicial seguiu-se a ordem de trabalhos apresentada na carta de convocação.

Refletindo-se acerca da iniciação cristã dos adultos, dos jovens e crianças em idade de catequese, os padres do Conselho apontaram para a necessidade de reativar o Departamento da Formação Cristã dos Adultos e também para a grande necessidade das pessoas adultas, que pedem o batismo, fazerem uma caminhada de aproximação e de acolhimento, nas suas paróquias. Serão estas os lugares por excelência, onde os não batizados (catecúmenos) possam fazer a sua caminhada rumo ao Batismo, ao Crisma e à Eucaristia, acompanhados por toda a comunidade e, particularmente, com grande atenção por parte dos párocos e dos respetivos catequistas.

Outro ponto de reflexão versou sobre o Presbitério da Diocese - fraternidade e comunhão ao serviço da missão. Foi sublinhada, então, a importância da participação e presença na vida diocesana, tanto nos grandes momentos que expressam essa comunhão, como na relação pessoal de cada sacerdote com os outros sacerdotes, em fraternidade, amizade e colaboração.

O Conselho refletiu, ainda, sobre o projeto do Plano Pastoral para 2017-2018, tendo em atenção a perspetiva do Sínodo dos Bispos, a realizar em Roma, em outubro de 2018, sobre "Os jovens, a fé e o discernimento vocacional". Cada Arciprestado irá refletir sobre a pastoral juvenil e vocacional na Diocese, devendo apresentar as suas propostas na próxima sessão do Conselho Presbiteral, de forma que o novo plano pastoral diocesano possa ser apresentado em setembro nos seus princípios e objetivos pastorais operativos.

A próxima reunião do Conselho ficou marcada para o dia 12 de julho de 2017.

Funchal, 15 de março de 2017

Secretariado Permanente

Padre Marcos Gonçalves

Cónego Vítor Gomes

Padre Giselo Andrade


Comunicado do Conselho Presbiteral 12 julho 2017

13-07-2017 16:04

DIOCESE DO FUNCHAL

Comunicado do Conselho Presbiteral

12 de Julho de 2017

O Conselho Presbiteral da Diocese do Funchal esteve reunido em sessão ordinária, presidida pelo Bispo Diocesano, D. António Carrilho. Após a oração inicial seguiu-se a ordem de trabalhos estabelecida na convocatória.

Tendo em vista o Plano Pastoral da Diocese para 2017/2018, na perspetiva do Sínodo dos Bispos, em Roma, em outubro do próximo ano, sobre os "jovens, a fé e o discernimento vocacional", os representantes dos Arciprestados partilharam as suas respostas ao questionário preparatório do Sínodo. Há grandes desafios para o Secretariado Diocesano da Pastoral Juvenil e para o Conselho da Pastoral Juvenil, bem como para cada um dos Movimentos de Jovens e Paróquias. A Igreja tem de ouvir os próprios jovens e a procurar com eles uma resposta cristã para as suas necessidades e anseios. É que os jovens não são apenas o futuro, mas já hoje eles são protagonistas na construção da Igreja e da sociedade.

O próximo ano pastoral da Diocese do Funchal terá, pois, como tema: "Diocese: Igreja jovem com os jovens". Como dizia São João Paulo II: "A Igreja só será jovem, quando os jovens forem Igreja".

Os padres do Conselho fizeram várias propostas de linhas operativas para o plano pastoral nos diversos âmbitos de atividade, ao nível paroquial, arciprestal e diocesano. Sublinharam a importância da criação de novos grupos de jovens e de estruturas de formação de animadores e, também, de organização de atividades, nomeadamente a valorização do Dia Diocesano da Juventude, jornadas arciprestais e ações de voluntariado com a participação dos diversos grupos e movimentos juvenis, bem como espaços de encontro, reflexão e oração.

O Presidente do Cabido e Pároco da Sé informou os presentes sobre o programa de encerramento das comemorações jubilares dos 500 anos da Dedicação da Catedral: no dia 13 de outubro, inauguração e bênção de um novo órgão, às 21h; no dia 14, um concerto do Coro da Catedral, às 21h; no dia 17, inauguração de uma exposição de peças significativas do património da Sé, no Museu de Arte Sacra do Funchal. Finalmente, no dia 18 de outubro, Celebração Eucarística Jubilar, na Sé, às 18h30. Convidam-se os sacerdotes, consagrados e membros das sociedades de vida apostólica, e comunidades cristãs, em geral, a participarem nos diversos atos comemorativos.

O Conselho Presbiteral congratulou-se com a notícia de que as obras de restauro da torre da Sé estão concluídas e os andaimes serão retirados na próxima semana.

O Conselho tomou, ainda, conhecimento das seguintes datas do calendário pastoral da Diocese: no dia 25 de novembro, no Colégio de Santa Teresinha, as Jornadas do Apostolado dos Leigos; nos dias 23, 24 e 25 de janeiro de 2018, a habitual Semana de Atualização do Clero, Consagrados e Leigos, no Seminário Diocesano e na igreja do Colégio.

O Conselho, por fim, manifestou-se solidário com as vítimas dos incêndios dos últimos tempos e congratulou-se com a generosidade dos fiéis nos ofertórios recolhidos para as vítimas dos incêndios em Pedrógão Grande. Esses donativos são depositados diretamente por cada paróquia, na conta da Cáritas Nacional, que irá gerir as ajudas no terreno, conforme indicações da Conferência Episcopal Portuguesa.

A próxima reunião do Conselho ficou marcada para o dia 15 de novembro de 2017.

Funchal, 12 de julho de 2017

Secretariado Permanente

Padre Marcos Gonçalves

Cónego Vítor Gomes

Padre Giselo Andrade